FANDOM


John Donovan
John Donovan
Informações
Também conhecido como Johnny
Sexo Masculino
Facções anteriores Central Intelligence Agency
Ocupação Agente da CIA (antigamente)
Aparições Mafia III
Ator/Dublador Lane Compton

John Donovan é um personagem e o Deuteragonista de Mafia III. Ele é um agente da CIA e um velho amigo e um dos maiores aliados de Lincoln Clay.

DescriçãoEditar

Donovan é inteligente, carismático, calmo, estrategista e persuasivo, e gosta de fazer piadas e truques. Embora esteja pesadamente envolvido com as operações criminosas de New Bordeaux, Donovan ainda parece ter aquele sentimento de patriota no seu coração, visto quando ele fez as piores coisas pelo seu país no Vietnã, rasga todas as propagandas e incentivos comunistas encontrados na cidade e está determinado a caçar aqueles que ele considera uma "praga", como os conservadores sulistas, políticos corruptos, ricos egoístas e traidores, entre eles os responsáveis pelo assassinato do presidente John F. Kennedy. Ele arranjou todas os contatos que Lincoln usou para derrubar Sal Marcano, mostrando que tem muitas conexões na cidade e no país.

HistóriaEditar

PassadoEditar

Donovan se formou na Universidade Princeton em 1953 e foi recrutado pela CIA como um oficial de operações paramilitares. Após isso ele foi enviado para o Vietnã onde ele organizou e comandou operações secretas contra as forças inimigas do Viet Cong. Em abril de 1966, Donovan conheceu Lincoln Clay, um cabo que se destacava pela sua incrível habilidade na guerra. Donovan e Lincoln tornaram-se amigos próximos, continuando a trabalhar juntos em várias operações. Donovan fez muitas coisas que ele mesmo julgou desprezíveis e brutais durante a guerra, mas que ele julgou necessário, pois ele fatiou uma velha pois ela era relacionada a um soldado do Viet Com, e com as informações adquiridas salvou 50 inocentes.

Ajudando LincolnEditar

Donovan e Lincoln ambos retornaram para New Bordeaux em 1968, e após a "família" de Lincoln, a Máfia Negra, ser traída e massacrada por Sal Marcano e a organização dele, Donovan rapidamente providenciou informações e contatos para Lincoln, ajudando-o a derrubar Marcano e seus homens.

Foi Donovan quem guiou Lincoln a recrutar Cassandra, Vito Scaletta e Thomas Burke para a organização dele, e quem providenciou todos os Contatos para ele. Donovan também informou Lincoln sobre os tenentes e capos de Marcano.

Após a eliminação dos tenentes e capos de Sal Marcano, Donovan convocou Lincoln e esguichou gasolina na base de operações dele, o Hotel Blue Gulf, para não deixar nenhuma ponta solta. Ele então informou Lincoln da localização de Sal e Giorgi Marcano.

No mesmo dia Lincoln encontrou e matou ambos Sal e Giorgi, efetivamente dominando o submundo da cidade. Ele então se encontrou com Lincoln e com o Padre James na igreja do Padre, e recomendou a Lincoln que ele enterrasse Vito, Burke e Cassandra antes que eles o traíssem. Após isso ele deixou a cidade.

Depoimento para o SenadoEditar

Em 1971 Donovan fez um depoimento para o Comitê de Inteligência do Senado, explicando os procedimentos, ações, motivos e informações gerais sobre as atividades dele e de Lincoln contra Marcano. Após terminar o depoimento ele revelou ao senador, Richard Blake, que sabia que o Senador estava envolvido na morte de John F. Kennedy.

Embora o Senador tivesse dito que ele não estava ciente do que estava sendo acusado, Donovan disse que ele era apenas o primeiro da praga que seria exterminada, antes de meter tiro na barriga e na cabeça de Blake.

Aparições em MissõesEditar

CuriosidadesEditar